Domingo, 22 de Abril de 2018
ir para a home do blog enviar email ir para página anterior ir para página seguinte
 
 
adicionar aos favoritos | área reservada
  Este é o blog da FialhoFerro, Lda. Saber mais Quem somos Serviços Contactos
 
 
Tu à janela de papel

Os teus olhos

Preciso de os encontrar de quando em quando

Para te guardar melhor

na memória que me orla o coração.

Sou o que resta de ti,

Mas quando te vejo

Tu não estás a sorrir.

Choro sem som porque a água esgotou-se

naquele dia e no outro,

e no outro que virá

Mas não me importo

porque as lágrimas chegam-me até ti.

O que os teus olhos me fizeram…

Agora tenho-os ali a fitarem-me

por aquela janela de papel brilhante.

Precisava de ti

Tu não me vias

Queria que me mostrasses o mundo

mas fizeste-me acreditar em monstros.

Hoje eu vejo-te

Tu não estás a sorrir

Ainda preciso de ti

Mas se me perguntasses

Eu pedia-te a minha infância de volta!

by Liliana_Cardoso

Comentar

Security Code:

 
 
 
 

ir para a home do blog enviar email ir para página anterior ir para página seguinte
copyright 2003-2009 © FialhoFerro - Publicidade, Expositores, Representações, Lda.   | webmaster@fialhoferro.com   | v.2.2.0
blog.fialhoferro.com criado com WordPress, RSS Artigos e RSS Comentários.