Domingo, 21 de Janeiro de 2018
ir para a home do blog enviar email ir para página anterior ir para página seguinte
 
 
adicionar aos favoritos | área reservada
  Este é o blog da FialhoFerro, Lda. Saber mais Quem somos Serviços Contactos
 
 
PVC

O seu nome: Policloreto de Vinilo (PVC). É um material plástico sólido que se apresenta na sua forma original, como um pó de cor branca. Fabrica-se por polimerização do monómero de cloreto de vinilo (VCM) que, por sua vez, é obtido do sal (57%) e do petróleo (43%). Foi patenteado como fibra sintética há mais de oitenta anos e em 1931 começou a sua comercialização.

O consumo mundial é actualmente cerca de 30 milhões de toneladas anuais, das quais 25% são utilizadas na Europa Ocidental, o que o torna um dos plásticos com maior procura.

O PVC é leve, quimicamente inerte e completamente inócuo. Resiste ao fogo e às intempéries, é impermeável e isolante (térmico, eléctrico e acústico), de elevada transparência, protege os alimentos, é económico (relação qualidade/preço), fácil de transformar (por extrusão, injecção, moldação-sopro, calandragem, termo-moldação, prensagem, recobrimento e moldagem de pastas), e é reciclável.

Utiliza-se principalmente em aplicações de longa duração:

- Longa duração - 64%:

Tubos, janelas, portas, móveis, etc. A sua vida útil varia entre os 15 e os 100 anos

- Média duração - 24%:

Electrodomésticos, automóvel, tapeçarias, mangueiras, brinquedos, etc. A sua vida útil varia entre 2 e 15 anos.

- Curta duração - 12%:

Garrafas, boiões, filmes para embalagens, blisters. A sua vida útil varia entre 0 e 2 anos.

As características especiais do PVC permitem-lhe ser formulado com diversos aditivos, dando origem a compostos destinados ao fabrico de produtos rígidos ou flexíveis, transparentes ou opacos, compactos ou espumas. Os aditivos que se utilizam tanto no fabrico do PVC como dos seus compostos estão sanitariamente autorizados e cumprem as prescrições exigidas pelas legislações portuguesas e comunitária. A inocuidade do PVC, referenciada pela experiência de mais de cinquenta anos, torna-o um material óptimo para aplicações médicas, sanitárias e alimentares que requerem um alto rigor de pureza e qualidade.

by Lisete_Viegas

Comentar

Security Code:

 
 
 
 

ir para a home do blog enviar email ir para página anterior ir para página seguinte
copyright 2003-2009 © FialhoFerro - Publicidade, Expositores, Representações, Lda.   | webmaster@fialhoferro.com   | v.2.2.0
blog.fialhoferro.com criado com WordPress, RSS Artigos e RSS Comentários.