Sexta-Feira, 15 de Dezembro de 2017
ir para a home do blog enviar email ir para página anterior ir para página seguinte
 
 
adicionar aos favoritos | área reservada
  Este é o blog da FialhoFerro, Lda. Saber mais Quem somos Serviços Contactos
 
 

Arquivo do mês de Fevereiro, 2011

Ergonomia Quinta-feira, 10 de Fevereiro, 2011

rui_cabeleiraA palavra “Ergonomia” vem de duas palavras Gregas: “ergon” que significa trabalho, e “nomos” que significa leis. Hoje em dia, a palavra é usada para descrever a ciência de “conceber uma tarefa que se adapte ao trabalhador, e não forçar o trabalhador a adaptar-se à tarefa”. Também é chamada de Engenharia dos Factores Humanos, e ultimamente, também se tem preocupado com a Interface Homem-Computador.
  As preocupações com a ergonomia estão a tornar-se um factor essencial à medida que o uso de computadores tem vindo a evoluir.
  A Ergonomia pode ser aplicada em vários sectores de actividade (Ergonomia Industrial, hospitalar, escolar, transportes, sistemas informatizados, etc.). Em todos eles é possível existirem intervenções ergonómicas para melhorar significativamente a eficiência, produtividade, segurança e saúde nos postos de trabalho.
  A Ergonomia actua em todas as frentes de qualquer situação de trabalho ou lazer, desde os stresses físicos nas articulações, músculos, nervos, tendões, ossos, etc., até aos factores ambientais que possam afectar a audição, visão, conforto e principalmente a saúde.
  Alguns exemplos das áreas de actuação da ergonomia:
    * No desenho de equipamentos e sistemas computorizados, de modo a que sejam mais fáceis de utilizar e que haja menor probabilidade de ocorrência de erros durante a sua operação – particularmente importante nas salas de controlo, onde existe uma elevada carga de stress.
    * Na definição de tarefas de modo a que sejam eficientes e tenham em conta as necessidades humanas, tais como, pausas para descanso e turnos de trabalho sensíveis, bem como outros factores, tais como recompensas intrínsecas do trabalho em si.
 É uma ciência multi-disciplinar que usa conhecimentos de várias ciências, tais como: anatomia, antropometria, biomecânica fisiologia, psicologia, etc…
  A Ergonomia usa os conhecimentos adquiridos das habilidades e capacidades humanas e estuda as limitações dos sistemas, organizações, actividades, máquinas, ferramentas, e produtos de consumo de modo a torná-los mais seguros, eficientes, e confortáveis para uso humano.

Vamos cantar os Parabéns Quinta-feira, 10 de Fevereiro, 2011

parabens1

Quinta-feira, 10 de Fevereiro, 2011

comedia

Quinta-feira, 10 de Fevereiro, 2011

efemerides1

Quinta-feira, 10 de Fevereiro, 2011

receita2

Quinta-feira, 10 de Fevereiro, 2011

tela

O que é a Hipoterapia? Quinta-feira, 10 de Fevereiro, 2011

elisabete_sousaPor Hipoterapia entende-se o método terapêutico e educacional que utiliza os andamentos do cavalo como recurso. Neste animal são produzidos movimentos tridimensionais (para cima e para baixo, para a esquerda e para a direita, para a frente e para trás), similares aos padrões do movimento humano, e que se encontram alterados nas pessoas com problemas motores.
  Sobre o cavalo, um grande número de informações simultâneas é transmitido a toda a fisiologia humana.
O impacto dos seus movimentos tem várias implicações benéficas, tais como:
  • Regularização do tónus muscular (no andamento a passo, movimentam-se cerca de 300 músculos);
 • Sincronização ósteo-articular, melhorando a elasticidade e flexibilidade;
  • Melhoria da mobilidade corporal;
 • Exercício do equilíbrio e da coordenação da motricidade;
 • Aumento da acuidade visual, táctil, auditiva e olfactiva;
  • Domínio respiratório;
  • Aumento da percepção do próprio corpo;
  • Melhoria da capacidade de concentração;
 • Estímulo de sensações e percepções, que incrementam o afecto.
A Hipoterapia exige muita dedicação dos profissionais e uma enorme compreensão do animal, já que este ser vivo é dotado de emoções, acções e sensações (dor, medo, calor, frio, gratidão, alegria, tristeza, memória, vive somente o presente, conforto, carinho, serenidade, etc.). todas as crianças merecem ser felizes cada um à sua maneira…

by Elisabete_Sousa

ACRÍLICO Quinta-feira, 10 de Fevereiro, 2011

lisete1O Acrílico ou polimetil-metacrilato (PMMA) é um material termoplástico rigido e incolor também pode ser considerado um dos polímeros (plásticos) mais modernos e com maior qualidade do mercado, pela sua facilidade de adquirir formas e cores, pela sua leveza e alta resistência. É também chamado vidro acrílico.
Foi desenvolvido em 1928 em vários laboratórios, surgiu no mercado em 1933 através da empresa alemã Rohm and Haas (GmbH&Co.KG).
Um dos factos que contribuiu para a popularização do acrílico é por ele ser um polímero do tipo termoplástico, com reciclagem viável em termos económicos.

Características do Acrílico
As chapas de acrílico destacam-se entre outros materiais graças às suas qualidades e propriedades excepcionais, responsáveis pela ampla variedade de aplicações - desde materiais de construção até artigos domésticos, displays, luminosos, fachadas e outros.
 
Propriedades
- transparência: as chapas “cristais” s mais transparentes que o vidro
- resistência às intempéries sob qualquer clima
- Adsorção de água: com 2 a 100% de humidade relativa, apresenta aumento dimensional de no mimo 0,35%
- Resistência à abrasão comparável  à do alumio
- Peso: densidade relativa de 1.19 g/cm3. Uma chapa de 2 m2 com 3 mm de espessura pesa aproximadamente 7, 26 kg;
- Higiene: segurança total quando em contacto com alimentos;
- Resistência química: boa aos produtos químicos mais comuns
- Quebra: boa resistência, sem tendência à fragmentação
- Queima: semelhante  à madeira dura, mas sem produzir fuma.

Características
- Cristalino, transparente, atingindo 92% de transmissão de luz;
- Duro, rígido e resistente;
- Excelente resistência à radiação UV e às intempéries;
- Boa resistência química;
- Excelente moldabilidade na termoformagem;
- Limitada resistência a solventes;
- Baixa resistência à fadiga;
- Inflamável, porém com baixa emissão de fumaça quando queimado;
- Baixa resistência a álcool;
- Baixa resistência a abrasão, porém quando riscado é plenamente recuperado por polimento;
– Atóxico: segurança total quando em contato com alimentos;
-  Boa resistência à quebra, sem tendência à fragmentação;
-  Absorção de água: Retém cerca de 2% de humidade e com essa absorção existe um aumento dimensional de no máximo 0,35%;

by Lisete_Viegas

Os benefícios das Laranjas Quinta-feira, 10 de Fevereiro, 2011

laranjas_012011A laranja é o fruto mais associado à vitamina C, uma das melhores aliadas no combate ás gripes e constipações. Mas a laranja é um alimento muito mais completo e rico do que se pensa. É também rico em ácido fólico, cálcio, potássio, magnésio, fósforo e ferro. Contém ainda fibras, pectina e flavonóides.
Vantagens:
- Controla a pressão sanguínea
- Reforça as defesas do organismo
- Corrige a acidez excessiva do organismo
- Estimula o sistema circulatório, combatendo inflamações das veias
- Combate o colesterol
- Melhora os problemas digestivos
- Estimula as funções intestinais
- Previne gripes e infecções
- Previne as cárie dentária
- Aumenta a sensação de saciedade.
- Previne contra o cancro do intestino grosso.
- Tome um copo de sumo de laranja em jejum e vai sentir energia ao longo do dia.

INTRODUÇÃO AO HTML: Quinta-feira, 10 de Fevereiro, 2011

alfredofotoA linguagem de HTML (hypertext markup language) é conhecida e adoptada á bastante tempo em páginas de internet.
Entre 1989 e 1990 Tim Berners-Lee e outras pessoas “inventaram” a internet, mais precisamente a World Wide Web, o HTML (hypertext markup language), o protocolo de transferência de dados HTTP (HyperText Transfer Protocol) e os URLs (Universal Resource Locators).
A linguagem HTML é a linguagem usada para criar documentos (vulgo páginas) para a internet. É usada para definir a estrutura, os objectos e elementos e a aparência de uma página Web.
A linguagem HTML ou código HTML pode ser escrita com um simples editor de texto.
O HTML como linguagem que é, trabalha com tags e atributos específicos a cada tag.
Os utilizadores ou visualizadores de páginas não vêem esta sintaxe ou a linguagem em si porque está escondida, o que vêem é o resultado dos comandos que o conjunto de código define.
A primeira versão do HTML foi anunciada e publicada em Junho de 1993 por Tim Berner’s (atrás referido como o principal inventor do HTML) .
Actualmente Tim Berner’s é o director da World Wide Web Consortium (W3C) que é um “grupo” que determina e gere os standards técnicos da Web.
Com o aparecimento do HTML, foi necessário criar softwares que conseguissem interpretar o código de modo a ser possível a sua visualização.
As companhias de software viram um nicho de mercado emergente e assim começou a guerra dos browsers, tanto a nível comercial como a nível de interpretação do código.
Cada companhia tentava acrescentar novos elementos de HTML e chegou-se a um ponto que ainda hoje em dia subsiste, o que aparece num browser, em outro browser o mais provável é aparecer com um aspecto e funcionalidade diferente.
Para tentar regulamentar e standarizar o código HTML nasceu uma organização chamada de World Wide Web Consortium (W3C) que trabalhava a fundo para a sua regulamentação. Durante os finais dos anos 90 a W3C publicou várias recomendações que representaram as versões oficiais do HTML.
A primeira versão oficial do HTML, o HTML 2.0 saiu em Novembro de 1995.
O HTML 3,2 em Janeiro de 1997, o HTML 4.0 em Dezembro de 1997 e o HTML 4.01 em Dezembro de 1999.
O HTML 5 ainda é uma especificação em fase de desenvolvimento e aperfeiçoamento sem data incerta para a sua publicação.

by Alfredo_Ferro

Quinta-feira, 10 de Fevereiro, 2011

exp-balcao

Quinta-feira, 10 de Fevereiro, 2011

boloEm Fevereiro de 2008 saiu o primeiro Ferrinho, o boletim informativo da Fialho Ferro, Lda.
  De periodicidade mensal, eram emitidas duas edições por mês, uma interna (para colaboradores da Fialho Ferro, Lda.) e uma externa (para parceiros e clientes da Empresa).
  Em Janeiro 2009, passou a fazer-se apenas uma edição por mês que se destina simultaneamente a colaboradores, parceiros e/ou clientes da Fialho Ferro, Lda.
  “O Ferrinho” é um boletim que nos dá muito gosto fazer e que nos enche de orgulho!
  Parabéns “o Ferrinho”!

Fevereiro 2011 Quinta-feira, 10 de Fevereiro, 2011

jose-fialho-ferro_lt01011Mais um mês. Este mais curto em dias que os outros, mas em termos de exigências, obrigações e responsabilidades é igual, isto é, é maior exactamente por ser mais curto em dias.
Mas o Fevereiro tem as suas originalidades.
    Vejamos!
  Em Fevereiro é assassinado o Rei D. Carlos, nasceu Almeida Garrett, nasceu o padre António Vieira, são atribuídos os canais à SIC e TVI, é decapitada Maria Stuart, rainha da Escócia.
Morreu Maluda, artista plástica portuguesa, nasceu o filosofo Agostinho da Silva, é assassinado o General Humberto Delgado, nasceu Carlos Paredes, morreu Vitorino Menesio, nasceu António Aleixo, Karl Marx e Engels publicam o manifesto do Partido Comunista, morreu Jonas Savimbi,foi abolida por Portugal a escravatura em todo o seu território, nasceu Zeca Afonso, inicio da revolução de Outubro na Rússia, António Arnaut anuncia em Beja o lançamento do Serviço  Nacional de Saúde em Portugal e tantas outras efemérides, que tornam rico o mês de   Fevereiro
   Fevereiro é o mês do Dia dos Namorados
  Fevereiro é.,…………….e será mais um mês de luta, de esperança e desilusão. Fevereiro vai ser igual a todos os outros num caminhar incerto e angustiante para os mesmos de sempre, que com pouco se contentam e muito nunca terão, na esperança que um dia lhes saia o euro-milhões pois o totoloto já será pouco
   Para nós, Fevereiro é a continuação de uma esperança que as coisas não piorem, para podermos dar continuidade ao nosso projecto de empresa cumpridora com as suas obrigações e satisfação dos nossos colaboradores.
   Esperança, eterno sentimento de quem sabe que por vezes  é impotente para a concretização
das vontades, não por culpa ou incapacidade próprias, mas de outrem.
  Todavia, com a alma que diferencia os “VERDES” que desportivamente muito sofrem mas sempre esperançados que “pró ano é que é”, cá iremos esperando por outros amanhãs, isto é outros “Marços”!
 

by José_Ferro

 
 
 
 
 
 

ir para a home do blog enviar email ir para página anterior ir para página seguinte
copyright 2003-2009 © FialhoFerro - Publicidade, Expositores, Representações, Lda.   | webmaster@fialhoferro.com   | v.2.2.0
blog.fialhoferro.com criado com WordPress, RSS Artigos e RSS Comentários.