Domingo, 22 de Abril de 2018
ir para a home do blog enviar email ir para página anterior ir para página seguinte
 
 
adicionar aos favoritos | área reservada
  Este é o blog da FialhoFerro, Lda. Saber mais Quem somos Serviços Contactos
 
 
Outubro

jose-fialho-ferro_lt01011 Neste mês de Outubro em que chegámos ao Outono, que por sinal veio e continua bem quente, pese embora uma trovoada que se abateu sobre Torres Novas a qual fez umas “maldades”, continua praticamente tudo igual.
 Houve a normal agitação de mais uma campanha eleitoral que não trouxe praticamente alterações, pois todos ganharam.
 Ganharam os que tiveram mais votos, mas perderam, porque perderam eleitos.
 Ganharam os que tiveram menos votos, mas ganharam porque aumentaram eleitos.
 Ganharam os que não votaram pois aumentaram o número de abstenções.
 Enfim a matemática já não é o que nos ensinaram, em que ganhava quem tivesse mais.
 A palhaçada dos números que só serve para baralhar os desatentos e afastar cada vez mais o cidadão daquilo que a todos devia motivar, a participação cívica nos destinos do País e das autarquias.
 A política que devia ser uma actividade nobre e praticada por cidadãos acima de quaisquer suspeita, motivados para o serviço do bem comum, passou a ser albergue de uns quantos, que de desonestos se aproveitam da coisa que deveria ser de todos nós, e que mesmo condenados pela Justiça, que deveria ter a mão pesada para estas situações, continuam quais alarves em práticas provocatórias a aproveitarem-se da fluência de palavra e de obra de encher o olho, dando musica para continuarem nas suas vilanagens.  Alguns, já condenados, embora de pena suspensa, como se isso não fosse uma condenação e outros com processos a transitar em julgado, continuaram a concorrer e até ganharam eleições. Depois outros que falavam e defendiam a ética, silenciam e deixam andar. É por estas e outras que cada vez aumenta o desinteresse da maioria das pessoas.
 Depois marcam-se eleições para datas desaconselháveis, manifestando, assim o desconhecimento do País real. Senão vejamos se entre ir votar ou apanhar azeitona, quem teve maior participação nos meios rurais?

Que se faça um estudo sociológico destas situações e que quem decide não cometa tais disparates, que é como dizia o “Miscas”: - abre os olhos mula que a carroça vai cega.

by José_Ferro

Comentar

Security Code:

 
 
 
 

ir para a home do blog enviar email ir para página anterior ir para página seguinte
copyright 2003-2009 © FialhoFerro - Publicidade, Expositores, Representações, Lda.   | webmaster@fialhoferro.com   | v.2.2.0
blog.fialhoferro.com criado com WordPress, RSS Artigos e RSS Comentários.